Sem categoria

O fim da independência

Por Pedro Paulo Rezende

O Brasil deixou de ser independente. A política externa desenvolvida pelo Itamaraty na gestão do chanceler Ernesto Araújo colocou o país em uma condição de domínio dos Estados Unidos na América do Sul. Nesta situação, um governo não tem autonomia sobre os assuntos estrangeiros. Segue a metrópole para o melhor e o pior. Dois exemplos deste modelo são a Austrália e o Canadá, que enviaram tropas sob comando do Reino Unido nas Primeira e Segunda guerras mundiais, perdendo milhares de homens em combates fúteis, como a invasão da Península de Galípoli e o ataque à praia de Dieppe. As duas nações gozavam de total liberdade nas políticas econômicas e sociais que implantavam, mas estavam obrigadas a grandes sacrifícios em tempos de conflito. (Leia mais aqui)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: